quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Para refletir...(23/11/17) - Quinquilharias

"Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para a vossa alma" (Mateus 11:29).

Um irmão, decepcionado, comentava com outro irmão: "A igreja hoje parece um posto de comércio antigo. Os caçadores, mineiros e outros, traziam peles, pedras preciosas e muitas outras coisas para trocar por alimento, ferramentas, armas e roupas. Os que se dizem cristãos vêm à igreja e compram óleos ungidos, roupas santificadas, lotes no céu e coisas semelhantes. Só Jesus é ignorado. O irmão, que ouvia calado, disse: "É verdade, e creio que o nome de Jesus está sendo envergonhado. Mas, quero lhe dizer que a igreja, de certo modo, é mesmo um posto de comércio onde se fazem trocas. Podemos trazer nossas angústias e medos, nossas culpas e pecados e receber, em troca, perdão, alegria, paz e vida eterna.

Muitos de nós fizemos trocas na Igreja do Senhor Jesus. Trouxemos uma mala cheia de coisas velhas de que não necessitávamos mais e nem desejávamos guardar: decepções, frustrações, egoísmo, vaidade, dúvidas e todo o tipo de pecado. Colocamos tudo no balcão da presença de Cristo e Ele, com muito amor e compaixão, recolheu tudo e nos deu em troca uma vida de grandes vitórias e plena felicidade.

Hoje não temos mais coisas inúteis para trocar, mas ainda podemos comparecer ao balcão santo do Senhor para receber mais amor, mais fé, mais esperança, mais de tudo que torna nossa vida abundante e feliz.

E o que precisamos dar em troca, já que não temos mais a velha mala de quinquilharias espirituais? nada! Aleluia!

Paulo Barbosa
Um cego na Internet
Cel Oi: 31 98990-8757
Tel USA: 407 309-3311
paulobarbosa@ministeriopararefletir.com.br
www.ministeriopararefletir.com.br
Ministério Para Refletir - 21 anos de bênçãos

quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Para refletir...(22/11/17) - O Passado Já Passou

"Este é o dia que o SENHOR fez; regozijemo-nos e alegremo-nos nele" (Salmos 118:24).

"Reflita em suas bênçãos atuais -- todo homem tem muitas; não em seus infortúnios do passado -- todos os homens têm alguns". (Charles Dickens)

Por que perdemos tanto tempo relembrando as decepções enfrentadas, muitas vezes, há muito tempo? Por que sofrer por algo que já passou e do qual não deveríamos nos lembrar mais? Por que não aproveitar todo o tempo para glorificar ao Senhor pelas vitórias do presente, pelos objetivos alcançados, pelos sonhos realizados, pela felicidade de estar caminhando para o Céu de glória?

Se enfrentamos lutas no passado, comemoremos a vitória e não lembremos mais daqueles momentos. Se enfrentamos dias de enfermidades, louvemos a Deus porque Ele nos curou. Se éramos perdidos e pecadores, saltemos de júbilo porque Jesus pagou pelos nossos erros e agora somos salvos. O passado passou e só devemos olhar para trás para sorrir e dizer: "Obrigado, Jesus, muito obrigado".

Em vez de chorar pelos dias ruins que já passaram, sorria e medite nas muitas bênçãos que você recebeu neste dia. Enumere cada uma das bênçãos recebidas: sua vida é a maior bênção. O calor dos amigos é outra. A riqueza da saúde não deve ser esquecida. O poder do amor também é muito importante. A glória e majestade do amanhecer, o privilégio de poder falar com o Senhor em oração, a alegria de poder cantar e louvar, a satisfação de executar algum trabalho, o tesouro enriquecedor de um livro, o milagre da primavera, a graça de Deus, são outras muitas bênçãos que devem ser lembradas e celebradas.

Não se queixe... seja mais agradecido e você será muito mais feliz.

Paulo Barbosa
Um cego na Internet
Cel Oi: 31 98990-8757
Tel USA: 407 309-3311
paulobarbosa@ministeriopararefletir.com.br
www.ministeriopararefletir.com.br
Ministério Para Refletir - 21 anos de bênçãos

terça-feira, 21 de novembro de 2017

Para refletir...(21/11/17) - Jogo De Futebol

"Vai, e faze da mesma maneira" (Lucas 10:37).

Alguém definiu um jogo de futebol: "São 22 homens em um campo, correndo desesperadamente a procura de descanso, enquanto milhares estão assistindo parados, na arquibancada, a procura de exercício."

E nós, a que nos assemelhamos? Aos expectadores parados, sem nada fazer, olhando enquanto outros trabalham, ou aos jogadores, que continuam correndo em busca de seus objetivos, mesmo sabendo que muitos apenas observam sem nada fazer?

O nosso verso inicial mostra a resposta de Jesus ao doutor da lei, após lhe ensinar a Parábola do Bom Samaritano. Ao ouvir do homem da lei que o que havia feito o correto era o samaritano, lhe mandou: "Vai e faze a mesma coisa".

Se nos for perguntado o que é correto, ficar de fora da obra de Deus, indiferentes, enquanto outros se esforçam e se dedicam para proclamar o Evangelho e levar os perdidos a Cristo, certamente diremos: "ser um servo fiel e obedecer ao mandamento do Senhor". E se sabemos que essa atitude é a melhor, por que não trabalhamos também? A palavra de Jesus, para nós, é a mesma que deu ao advogado da época: "Vá e faze o mesmo".

Melhor que receber o amor de Deus é, ao mesmo tempo, recebê-lo e compartilhá-lo. Mais estimulante que exercitar a fé em Cristo é exercitá-la ao mesmo tempo que a semeamos nos corações de outros. Muito melhor que ser um salvo em Cristo é saber que somos salvos junto com uma grande quantidade de pessoas que nós conduzimos à presença do Salvador para serem salvas também.

O Senhor espera que sejamos como os jogadores de futebol que correm no campo e não como expectadores que não saem das arquibancadas e ainda se queixam quando seu time não vence.

O que você tem feito? O que pretende fazer?

Paulo Barbosa
Um cego na Internet
Cel Oi: 31 98990-8757
Tel USA: 407 309-3311
paulobarbosa@ministeriopararefletir.com.br
www.ministeriopararefletir.com.br
Ministério Para Refletir - 21 anos de bênçãos

segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Para refletir...(20/11/17) - Compromisso Ou Meras Justificativas?

"agrada-me fazer a tua vontade, ó Deus meu; dentro do meu coração, está a tua lei" (Salmos 40:8).

"O amor descobre um caminho, a indiferença encontra uma justificativa."

Aqueles que não se comprometem com Deus e Sua obra, que ignoram as necessidades dos que andam longe de Sua presença, que tratam com indiferença a vontade do Senhor, sempre encontram uma justificativa para suas atitudes. Os que valorizam o encontro com Cristo, que compreendem que tudo mudou para melhor desde que abriram o coração para Ele, que aprenderam a amar desde que o amor do Salvador inundou suas almas, sempre procuram e encontram uma maneira de se envolver mais e mais com as coisas do Senhor.

A vida antes de Cristo era fútil e vazia, insípida e sem atrativos. Os momentos aparentemente felizes eram passageiros e não deixavam marcas. Não tinham valor algum. Mas... tudo mudou! Cristo entrou e o ambiente foi transformado. A desilusão foi substituída pela esperança, a incerteza pela fé, a indiferença pelo amor. Não há mais necessidade de justificativas e, para cada oportunidade, a resposta é sempre a mesma: "Conte comigo".

Você teria coragem de dizer, diante de Deus, "agrada-me fazer tua vontade" ou prefere apresentar mais uma justificativa para fugir à pergunta?

Paulo Barbosa
Um cego na Internet
Cel Oi: 31 98990-8757
Tel USA: 407 309-3311
paulobarbosa@ministeriopararefletir.com.br
www.ministeriopararefletir.com.br
Ministério Para Refletir - 21 anos de bênçãos

sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Para refletir...(16-19/11/17) - Se O Lugar É Bom, Por Que Murmuramos?

"Na tua presença há plenitude de alegria" (Salmos 16:11).

"O lar é o lugar onde nós mais murmuramos e, frequentemente, o lugar onde melhor somos tratados."

Em muitas casas nós vemos um quadrinho onde se lê: "Lar, Doce Lar". E é verdade. Por melhor que seja a casa de nossos parentes e amigos, ou o hotel onde costumamos ficar enquanto trabalhamos em um lugar distante, é em nossa casa que nos sentimos bem. Por mais simples que seja, não a trocamos por lugar algum. Mas, como diz a nossa citação inicial, é ali que mais murmuramos, que mais mostramos inconformismo, que mais lamentamos nossa sorte.

E, de igual maneira, é na presença de Deus que mais sentimos alegria, mais desfrutamos do Seu carinho e proteção, mais bênçãos recebemos todos os dias. E por que não cantamos e louvamos ao Senhor o dia inteiro? Por que nos queixamos disso e daquilo? Por que choramos dizendo que somos os mais infelizes do mundo se, na realidade, não há outro lugar que os garanta mais felicidade?

É provável que a resposta seja que temos a tendência a murmurar por tudo, até da falta de motivos para murmurar! Nunca estamos satisfeitos, por mais que o Senhor derrame bênçãos sobre nossas vidas, famílias e lares. Sempre queremos mais e, se pedimos dez coisas a Deus e somos atendidos em nove, queixamo-nos pela que não nos deu.

Se queremos ser verdadeiramente felizes, em nosso lar e na presença do Senhor, comecemos a olhar para os motivos de gozo e alegria e esqueçamos o que nos parece ruim. Com certeza, as bênçãos são bem maiores que os problemas que enfrentamos.

Você gosta mais de murmurar ou de louvar e agradecer?

Paulo Barbosa
Um cego na Internet
Cel Oi: 31 98990-8757
Tel USA: 407 309-3311
paulobarbosa@ministeriopararefletir.com.br
www.ministeriopararefletir.com.br
Ministério Para Refletir - 21 anos de bênçãos

quarta-feira, 15 de novembro de 2017

Para refletir...(14-15/11/17) - Verdadeiramente Indispensável

"Não temas, porque eu te remi; chamei-te pelo teu nome, tu és meu" (Isaías 43:1).

"existe uma ansiedade em todo homem de ser considerado indispensável." (Miguel de Unamuno)

Todo homem se julga indispensável. E é mesmo! Todos nós somos indispensáveis no mundo, para expressar amor, para transmitir o brilho da presença de Deus, para semear fé e esperança nos corações. Somos indispensáveis para testificar dos milagres que Deus faz quando transforma vidas, quando reedifica lares, quando faz caminhar de maneira correta alguém que andava perdido sem saber para onde ir.

Somos indispensáveis na propagação da paz, na oração por nossa pátria, na iluminação dos caminhos envoltos em trevas que tem afastado homens e mulheres da presença de Deus. Somos indispensáveis... totalmente indispensáveis.

Somos indispensáveis! Mas, é indispensável, também, que coloquemos nossas vidas no altar de Deus, que sigamos os conselhos por Ele dados na Escritura. É indispensável compreender que a glória é do Senhor e não nossa. Que o nome a ser engrandecido é o de Cristo e não o nosso. Que os aplausos e vivas sejam para o Senhor e não para nós.

Não somos melhores e nem piores que os outros. O Senhor é o Melhor e nós devemos ser os melhores servos que Ele tem. Ele nos ama e é indispensável que O amemos. Ele nos fortalece com Sua alegria e é indispensável que nós mostremos o quanto somos felizes, para que outros sejam fortalecidos através de nós. Ele nos perdoou os pecados e é indispensável que nos coloquemos à Sua disposição para anunciar a todos que Ele perdoa também seus pecados.

Você se considera indispensável? Prove que é mesmo, sendo uma grande bênção nas mãos de Jesus.

Paulo Barbosa
Um cego na Internet
Cel Oi: 31 98990-8757
Tel USA: 407 309-3311
paulobarbosa@ministeriopararefletir.com.br
www.ministeriopararefletir.com.br
Ministério Para Refletir - 21 anos de bênçãos

segunda-feira, 13 de novembro de 2017

Para refletir...(13/11/17) - Uma Criança Que Cresce

"antes, crescei na graça e no conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. A ele seja a glória, tanto agora como no dia eterno" (2 Pedro 3:18).

Uma pequena menina comentou sobre si mesma: "Mamãe me fez bem pequenina -- e mostrou com as mãos o tamanho. Agora eu cresci e estou desse tamanho -- mostrou novamente com a mão o quão alta ela era.

Deus nos fez Seus filhos e, a princípio, éramos bem pequeninos. E não somente isso, Ele nos ensinou a crescer, a alcançar uma estatura espiritual que nos possibilita ajudar outros a crescer também.

E como tem sido a nossa vida com Deus? Temos caminhado a Seu lado? Temos ouvido Seus ensinamentos? Temos, realmente, como filhos de Deus, crescido ou continuamos pequenos como crianças? Deus quer que sejamos uma bênção -- não uma pequena bênção, mas uma grande e poderosa bênção em Suas mãos.

Quando ignoramos os conselhos do Senhor, tratamos com indiferença a Sua Palavra, colocamos Deus em segundo lugar, então o nosso crescimento não existe e nossa vida espiritual é prejudicada.

Assim como um pai fica maravilhado quando vê seus pequenos filhos crescerem, também Deus se alegra quando nós, Seus filhos, crescemos para glorificar e engrandecer o nome de Jesus. Ele fica feliz e nós também, porque ao crescer na graça e no conhecimento do Senhor, aprendemos a andar no caminho da perfeita felicidade.

Paulo Barbosa
Um cego na Internet
Cel Oi: 31 98990-8757
Tel USA: 407 309-3311
paulobarbosa@ministeriopararefletir.com.br
www.ministeriopararefletir.com.br
Ministério Para Refletir - 21 anos de bênçãos

Seguidores